terça-feira, 1 de março de 2016

PROJETO TRANSIÇÃO DA TERRA - A grande hora da mudança-O contexto extraterrestre e a mudança de paradigmas da raça humana-Final




O Evento é uma abordagem moderna da Transformação prevista nos textos antigos-um breve resumo da situação planetária

Durante milhares de anos, profetas e sábios ligaram-se à Consciência Universal, aprenderam e receberam informação sobre a época em que toda a Humanidade iria ganhar consciência deste Campo Universal. Este é o momento em que as frequências naturais do nosso planeta e respectivo sistema solar são elevadas, e toda a vida ganha uma maior consciência da sua ligação e relação com esse Campo Unificado.O sistema solar atravessou o centro galáctico em 2012 e neste lado há uma densidade muito maior de partículas altamente carregadas. O centro da galáxia está enviando ondas de energia para nós também. Estes fatores integrados nos ciclos cósmicos são o fundamento da Transformação prevista por tantos mestres espirituais e sábios.Apesar de existirem essas previsões, o nosso planeta foi ocupado por forças que não querem que isso aconteça. Decidiram então fazer tudo o que pudessem para impedir a Humanidade de atingir o estado da Consciência Unificada. Se a Humanidade der este salto evolutivo, súbitamente eles vão perder todo o seu poder e podem ser forçados a partir ou mesmo serem presos, e terem de responder pelos seus crimes. Eles não conseguem manter este sistema de escravidão furtivo à luz da Verdade.Porque esses seres se opõem à evolução natural da Humanidade, temos sido ajudados por outros, vindos de diferentes organizações, Alianças e planetas, para ajudar a desmantelar a sua rede de tecnologia exótica e esquemas complexos que nos mantêm submetidos à vontade deles.



Desta forma a evolução acontece por etapas, essencialmente esforços para limpar o planeta da influência negativa de modo que a transformação possa ocorrer de forma fluída. Existem 3 operações essenciais no processo de libertação planetária: 1) as prisões em massa das facções negativas e das suas lideranças; 2) reinicialização e redefinição do sistema financeiro e bancário; 3) a divulgação de informação e de tecnologias avançadas suprimidas.A transformação natural já começou e devemos esperar que as fases finais do desmantelamento das facções negativas, esteja sincronizada com o apogeu da onda energética do Sol Central da Galáxia PREVISTA para ocorrer nos próximos anos(NOTA;NÃO COLOCAMOS DATAS DO TEMPO LINEAR POIS DEPENDEM DE UMA SÉRIE DE FATORES E DO NÍVEL DE CONSCIÊNCIA DA RAÇA HUMANA)



Com as constantes modificações que observamos no nosso planeta nos dias de hoje e com as informações já fornecidas pela espiritualidade, há espaço para reflexão sobre futuro da humanidade na Terra. Uma discussão desse tipo nos parece importante, tendo em vista a necessidade da pratica da reflexão em nossa vida para podermos seguir nessa jornada da melhor maneira possível, evitando sofrimentos desnecessários e contemplando a felicidade que a vida nos pode fornecer.Já no tempo da codificação, os amigos espirituais de planos maiores incumbidos da missão, “Terra Regenerada”, nos informaram da decisão Divina em promover a evolução da Terra como planeta Expiatório para Regenerado. Isso implica, evidentemente, numa condição mais feliz de vida para a humanidade futura. Como o próprio termo diz, expiação implica na necessidade de reencarnações reparatórias de erros cometidos em vidas anteriores e, conseqüentemente, o sofrimento encontra-se presente fortemente nesse sistema de vida. Regeneração significa um passo adiante na escala evolutiva; uma fase de transição rumo a felicidade eterna. Regenerar demonstra o arrependimento e a recuperação de muitos erros com o estabelecimento da harmonia evolutiva e, portanto, um estagio mais feliz de vida individual e em comunidade.

O BRASIL NO CONTEXTO DAS MUDANÇAS

Nessa importante missão, o plano espiritual já nos informou em inúmeras mensagens, que o Brasil foi o pais escolhido como pólo centralizador do movimento transformatório. O projeto Terra Regenerada, certamente implica em etapas devidamente planejadas com a participação de pessoas atuando em todas as áreas do conhecimento humano e em todos os pontos do planeta, assim como em outros planos espirituais. Tudo esta sendo coordenado pela Espiritualidade Maior, responsável pelo desenvolvimento da vida na Terra em contexto com o Universo.Muita gente ainda não teve acesso a essas informações ou mesmo não acredita nelas e observa o mundo como decadente. Muitos acreditam na destruição drástica do planeta e na seleção Divina da humanidade entre o “céu e o inferno”. Tendo em vista a complexidade da vida no planeta, com bilhões de espíritos encarnados e outros tantos em planos espirituais próximos, cada um com a sua individualidade inata e livre-arbítrio, evidenciamos ainda muita desordem, sofrimentos, injustiças, etc. Mas aonde estão as evidencias do projeto Terra Regenerada? Uma quantidade enorme de Espíritos Superiores trabalharão nesse projeto.



O PONTO DE VISTA ESPIRITUAL DA TRANSIÇÃO PLANETÁRIA

Um projeto dessa natureza não poderia ser realizado de uma hora para outra sem implicações sérias na estrutura do planeta e na harmonia do universo. E, portanto,é de se esperar que isso se processe gradualmente, dentro das condições naturais do planeta. Mas também há de se pensar num processo não muito demorado, devido aos efeitos marcantes de destruição da natureza provocados por homens sem visão do coletivo e também pela necessidade evolutiva mais rápida daqueles que amam a Terra.Com essa visão, o projeto básico consistiria numa seleção dos espíritos reencarnantes no planeta. A permissão da reencarnação de sómente espíritos com níveis de evolução apropriados para uma Terra Regenerada e de espíritos missionários mais elevados, propiciará mudanças radicais em beneficio de todos, mas infelizmente ás custas de grandes sofrimentos, o que não é motivo de desagrado para muitos que compreendem o grande valor desses desafios para a evolução espiritual. Neste caso, devemos observar o bom desenvolvimento espiritual de adultos, jovens e principalmente das crianças de hoje. Porém não pode haver uma regra fixa estabelecida para todos e muitas exceções se efetuam por motivos diversos.

Nesta etapa, como observamos atualmente, grupos de jovens e crianças com desafios cada vez maiores no caminho do bem surgem a todo instante, como movimentos de solidariedade humana, preservação da natureza, contra preconceitos, estabilidade política, contra corrupção, etc. Ações fortes estão sendo encaminhadas em todos os sentidos, não mais a nível local, regional ou de um país. Há que se pensar no mundo como um só. Surge a globalização econômica e social. Essa integração implicará em modificações acentuadas no modo de vida do planeta. Haverá preocupação com a vida geral ; A preservação do meio ambiente será prioridade global e os países que mais prejudicaram a natureza ao longo dos anos, deverão contribuir mais para a preservação global, sejam ajustando suas atividades econômicas ou contribuindo com recursos financeiros aos países que devem manter a natureza preservando a vida na Terra. Com o tempo se perceberá que o investimento de recursos em armamentos é inútil e desnecessário. Contráriamente, o desarmamento geral será uma prática de eficiência administrativa sem prejuízo algum, pois haverá desinteresse em conflitos externos devido á convivência amigável em comunidade global, implementado inclusive pela competitividade saudável no trabalho mas com respeito ao próximo.


Um outra etapa importantíssima seria o desenvolvimento de tecnologia avançada capaz de promover a união rápida e eficiente da comunicação em todos os pontos do planeta. Não se pode imaginar nenhuma mudança significativa em qualquer lugar sem a existência de trocas de informações. Uma liderança é tanto mais significativa quanto maior for a sua capacidade de convencimento de pessoas das suas idéias, que passam a incorporá-las em seu modo de vida. A informática e a tecnologia estabelecida para o projeto Terra Regenerada visa o uso da internet; as pessoas opinarão globalmente, promovendo mudanças administrativas significativas nos governos de todos os países, pois haverá imensa pressão da própria sociedade mundial nas administrações locais. Podemos visualizar uma mudança radical nas administrações, saindo da esfera individual ou partidária restrita, para uma imensa participação popular, vencendo as opiniões da grande maioria. Para a popularização mundial da informação, deve ser resolvido o problema da linguagem. Porém, já estão em aprimoramento programas de tradução automática que serão auxílios indispensáveis a comunicação de massa internacional.

Diante dessa visão perguntamos: Qual o nosso papel neste planeta? Ajudar esse projeto ou viver nesse contexto? Cabe a cada um descobrir o seu real objetivo no momento. Verificar as suas possibilidades; compreender a sociedade onde vive e ajudá-la a melhorar, quer seja na sua família quer em meio mais amplo. As possibilidades de trabalho são muitas.


O autoconhecimento e a espiritualidade fornece um meio seguro para a reflexão, acompanhando a ciência passo a passo e promovendo a construção de um futuro melhor com o fortalecimento de uma fé racional e inabalável. E é aqui na internet que esse exemplo se espalhará pelo planeta com grande rapidez;Tudo isso simplesmente coloca o homem em constante meditação sobre a vida. De tudo o que se ouve, cabe a cada um seguir a sua razão, sem preconceitos. A humildade é ponto fundamental no entendimento da verdade da vida e fator que limita o potencial do uso da razão.Na verdade, o que está acontecendo é que o nosso planeta Terra está vivenciando há algum tempo, um processo de transformação física, comportamental e espiritual. Hoje, em termos espirituais, estamos na terceira dimensão: mundo de expiação e provas. É a chamada lei do carma. A vida é comparada a uma escola. Quando somos reprovados em uma determinada matéria, temos que voltar e refazer aquela matéria pendente para passar para o ciclo seguinte. Assim é com nossos relacionamentos, com as atitudes negativas; Na terceira dimensão espiritual, o mal e o sofrimento predominam no planeta. Está previsto que iremos ingressar na quarta dimensão: mundo de regeneração. Ou seja, será um mundo de desenvolvimento espiritual e não haverá mais quitação de carma. O bem, a harmonia e os ensinamentos verdadeiros dos grandes mestres prevalecerão em nosso planeta. Para que esta passagem de dimensão seja concluída há necessidade de:

1- Efetuarmos profunda modificação em nossos pensamentos, sentimentos e atos comportamentais.

2- Uma profunda mudança geológica em nosso planeta.

Quem não se adaptar a estas mudanças espirituais não mais reencarnará neste mundo, como já está ocorrendo com diversas Entidades Espirituais: estão sendo expulsas de nosso planeta, indo habitar mundos menos desenvolvidos que o nosso. Em relação á mudança física, está havendo uma verticalização do eixo da Terra, acompanhada de um rearranjo das placas geológicas (através de tsunamis e terremotos), para adequações necessárias para receber novos habitantes. Há planejamento em andamento de que grandes entidades espirituais irão retornar ao planeta: antigos mestres da filosofia, das artes (pintura, música, artes cênicas), Irmãos de alto teor espiritual reencarnarão para nos exemplificar os novos modos comportamentais que serão aceitos nesta nova civilização. Esta transição ainda será um período de muito sofrimento, como ocorre quando um imóvel é reformado, suas estruturas são alteradas, mas quando finalizado trará o conforto e bem-estar tão esperado.


ATITUDES MAIS LEVES E SERENAS

Evoluímos tanto em tecnologia e continuamos ignorantes em modos comportamentais. Todo ato agressivo tem como origem uma pessoa que ainda não aprendeu a Amar. É da natureza humana, é nossa essência, ou seja, está no nosso íntimo, em sermos gentis e exercitarmos atitudes de compaixão e tolerância para com todas as pessoas. Mesmo que estejamos tristes, deprimidos e ansiosos, não devemos abrir mão de nossa civilidade e da elegância em nosso bem viver. Ninguém gosta de conviver com pessoas mal-humoradas, grosseiras e mal-educadas. É suicídio social ter este tipo de comportamento.Gentileza e compaixão são atitudes de qualidade de vida. Não compensa responder uma grosseria com outra grosseria. É pura falta de imaginação. Para defender nossas idéias podemos expô-las com firmeza, sem ofender e humilhar. Se queremos ser respeitados não precisamos ser grosseiros. Aliás, há estudos que afirmam que ofender requer menos esforço e utiliza menos o cérebro do que elogiar e agradar. Isto prova que ofender não é uma atitude inteligente! Para dar uma melhorada no mundo, não precisamos ir muito longe, e nem fazer grandes obras. Pequenos gestos cordiais, criando harmonia e beleza, podem ser feitos com as pessoas ao nosso redor.

Transformando hábitos negativos em atitudes positivas

Grande parte de nossos sentimentos, pensamentos e comportamentos são frutos de condicionamentos oriundos tanto de existências anteriores, quanto da atual. Dalai Lama, líder budista-tibetano, sugere que a extinção de um hábito negativo, pode ser superada pelo condicionamento de um pensamento positivo: “estados mentais positivos podem atuar como antídotos diretos para estados mentais negativos”. Dalai Lama sugere “fazer um esforço contínuo para mudar um comportamento exterior não é útil sómente para superar maus hábitos, mas pode também mudar nossas atitudes e sentimentos latentes”. Ou seja, a simples repetição de um comportamento pode produzir uma verdadeira transformação interior. O mestre tibetano nos dá um exemplo: “se começarmos com o simples ato de ajudar os outros com regularidade, mesmo que não sintamos especialmente generosos ou interessados, podemos descobrir que uma transformação interior estará ocorrendo à medida que formos desenvolvendo autênticos sentimentos de compaixão”. Fazendo um paralelo ao treinamento mental de Dalai Lama, encontramos na moderna psicologia, a terapia cognitiva, que é muito utilizada para a cura de diversos tipos de fobias, depressão e ansiedade. Esta terapia baseia-se de que as emoções desequilibradas que nos acompanha, causando desajustes em nosso comportamento, é oriunda de distorções em nossos pensamentos. O tratamento é feito para que possamos reeducar e condicionar os nossos pensamentos para que estas emoções não voltem a se repetir. Ou seja, um pensamento positivo é o antídoto para um sentimento ou comportamento negativo. Reeducando nossos pensamentos, passaremos também a controlar a nossa raiva e o nosso ódio. Paciência e tolerância são exercícios constantes, e antídoto eficaz, para a raiva e o ódio. Estados mentais negativos são obstáculos para a nossa felicidade.Dalai Lama, ganhador do Nobel da Paz e líder budista-tibetano, disse que “reagir a uma situação penosa com paciência e tolerância, em vez de reagir com raiva e ódio, envolve uma moderação atuante, que provém de uma mente forte, provida de autodisciplina”. Ou seja, fraco é aquele que não consegue controlar os seus impulsos e atos de agressividade. Quem instiga práticas de violência e da maledicência dá demonstração de ignorância e limitação espiritual; Com paciência e tolerância conseguimos nos manter firmes e inabaláveis, não aceitando qualquer tipo de provocação. Precisamos reverter esta situação dando o exemplo da paciência, tolerância e até do perdão; Para começar a mudar o mundo, é necessário mudar as nossas atitudes. Com mais amor e boa vontade as mudanças serão concretizadas. Mas, tudo deve começar dentro de nós

Não tenha medo da crítica

Quando sabemos realmente quem somos, não devemos ter medo das críticas e dos julgamentos alheios. Se soubermos dos potenciais que possuímos e das nossas qualidades, não há nada a temer; Geralmente as pessoas inseguras e competitivas, com medo da crítica, acabam atacando “preventivamente” as outras pessoas. Precisamos substituir esses pensamentos “preventivos” de ataque por atitudes de compaixão e perdão. Há um pensamento taoísta que diz que “quando estamos em paz conosco mesmo, não somos vulneráveis ao ataque dos outros”. Muitas vezes quem defende atitudes pacifistas, de amor, de compaixão e tolerância, vira motivo de piadas e zombaria: “afinal num mundo tão competitivo e agressivo, para que serve estas tolices?” Temos que respeitar a ignorância espiritual alheia. O momento de esclarecimento e crescimento espiritual ainda não chegou para estas pessoas. Temos que exercitar ainda mais a nossa paciência e o nosso amor por elas. Mas vamos continuar demonstrando no dia a dia como se faz atitudes civilizadas, de amor e respeito pelo próximo. Quem sabe através do nosso exemplo elas possam um dia sair da escuridão espiritual. Afinal, são nossas atitudes é que mostram o tipo de espiritualidade que atingimos. Há pessoas pseudo-sábias que escondem a sua ignorância através de um bom discurso, mas com péssima prática no dia a dia. Preste atenção no que fala. Palavras em excesso, mesmo que bem intencionadas, podem confundir em vez de esclarecer. Fale sómente o necessário para confortar e elucidar. O mundo hoje precisa mais de exemplos do que de discurso.

Aprendendo com nossos erros

Existe um ditado popular que diz o seguinte: “só não erra quem não faz”. Para ilustrar o que estamos falando, vamos citar Thomas Edison, o inventor da lâmpada. Perguntaram a Thomas Edison como ele se sentia em haver falhado 700 vezes antes de ter sucesso no seu invento. Ele respondeu que “tinha conseguido descobrir 700 maneiras de uma lâmpada não funcionar”. Isso lhe possibilitou acumular certos conhecimentos e procurar caminhos alternativos para que a 701ª lâmpada funcionasse e aparecesse a luz.No nosso processo evolutivo, quem está querendo aprender, os erros serão inevitáveis. Para quem deseja amadurecer e crescer espiritualmente, esses erros não podem ser ignorados e desprezados. Precisam ser analisados com calma para que o nosso futuro não seja comprometido com a reincidência destes mesmos erros.



Por que sofremos?

Muitas vezes o sofrimento na humanidade é necessário, senão não haveria evolução, poderíamos ficar estagnados. Só nos preocupamos em encontrar uma solução para uma determinada situação quando um problema aparece. Se tudo está tranqüilo, não há com que se preocupar;Por este lado, o sofrimento pode ser considerado um fator positivo. Devemos encarar o sofrimento como um período de reflexão, de aprendizado, de maturidade dentro de um processo. Sofremos porque procuramos as soluções imediatistas e paliativas, que resolvam logo o nosso problema. Nunca a solução definitiva; No atual estágio evolutivo de nosso planeta, não há como evitar e fugir do sofrimento, pois estamos sempre fazendo as escolhas erradas em nossa vida. Muitas vezes a solução é tão simples e negamos (ou não acreditamos) que seja tão simples, e acabamos escolhendo a saída mais difícil. Geralmente temos que vivenciar determinada situação, um aprendizado já programado no plano espiritual, e nos recusamos a enfrentá-lo. E ficamos constantemente fugindo desta situação. Se considerarmos que a vida terrestre fosse a única e definitiva, podemos afirmar que o sofrimento seria um absurdo. Mas a atual existência não é a única, nem é a primeira e nem será a última;Já tivemos muitas existências anteriores e muitas estarão sendo programadas para o futuro. Negar esta realidade seria como negar que o sol nasce todos os dias. Já tivemos muitas existências neste planeta Terra e nosso retorno será sempre para de onde viemos: o plano espiritual. As pessoas mais esclarecidas espiritualmente entendem que a felicidade é alcançada quando nossos objetivos de aprendizado são concluídos com êxito. Entendem que devemos ser persistentes em seguir um caminho que irá nos levar a uma redenção de nosso Espírito. Já as pessoas materialistas entendem por felicidade em ter muito dinheiro na conta bancária, trocar de carro todo ano, prazeres e divertimentos passageiros. Sempre se esquecendo em efetuar as suas transformações interiores. Toda dificuldade que aparece na nossa vida tem sempre um caráter educativo, mesmo que visualisemos esta situação como punição ou castigo. Mais tarde, quando o momento aflitivo terminar, quem sabe não tomemos consciência de nosso limitado estado evolutivo por não termos vivenciado com mais tranqüilidade aquela fase tão difícil.

Entendendo a ansiedade

René Descartes, grande filósofo e matemático francês do século XVII, já no final de sua vida deixou registrado em uma carta o seguinte trecho: “Minha vida esteve cheio de desgraças, e muitas delas jamais aconteceram”. Isto é o que nós podemos definir como ansiedade. Ansiedade é uma preocupação excessiva com o futuro por um problema, que muitas vezes pode nem ser problema, e poderá nem mesmo ocorrer esta situação imaginária. A nossa sociedade “moderna” nos impõe que devemos ser pessoas ansiosas, estressadas, irritadiças, agressivas; Se formos muitos calmos seremos definidos como alguém anormal e que não estamos empenhados em determinada causa: E nesse ambiente estressado acabam surgindo problemas de relacionamento. A partir disto, passamos a maior parte do tempo remoendo pensamentos das ofensas recebidas, das nossas perdas, das rejeições que sofremos. E queremos dar o troco em quem fez isto conosco. Há uma linha de raciocínio interessante e bastante inteligente para estas situações. A maior vingança que fazemos contra um inimigo (um desafeto, alguém que nos magoou, alguém que tentou nos prejudicar) é perdoá-lo. Quando o perdoamos, ele “morre” dentro de nós e deixa de nos incomodar. Com este tipo de pensamento, grande parte da nossa ansiedade desaparece. Porque ficamos, durante muito tempo, fazendo verdadeiras “guerras” mentais contra os nossos desafetos. Há um ditado oriental que diz o seguinte: “quem odeia o seu inimigo, odeia a si mesmo”. Quando formos caluniados, criticados, agredidos verbalmente, a melhor atitude é o silêncio. Não entre nesta freqüência e querer responder as agressividades recebidas; Com o tempo as pessoas vão entender que você não está aceitando estas ofensas. Ninguém pode retirar a sua calma, a não ser que você permita.

A Paz verdadeira

Há uma imaginação popular de quem foi bom nesta existência irá descansar no “paraíso” após a sua desencarnação (morte do corpo físico). Mas se analisarmos as diversas literaturas e mensagens , veremos que as Entidades de Luz difícilmente ficam descansando nos planos mais elevados. A calma e a tranqüilidade nas esferas mais altas significam trabalho constante para a evolução espiritual para quem ficou para trás nesta escalada. A paz no plano terreno que tantos almejam é a preguiça, é ficar num canto sem que ninguém nos incomode. É a fuga do trabalho;A Paz que buscamos não é um mundo sem conflitos e sem dificuldades. Conquistamos a Paz quando conseguimos lidar com estes conflitos e dificuldades. As dificuldades aparecem para nos tirar das situações apáticas onde estamos estacionados e não estamos aprendendo mais nada em termos de vivência. A vida no plano terreno é o aprendizado constante. Muitas vezes estes conflitos não são com as outras pessoas; A maior parte dos problemas está dentro de nós mesmos. As dificuldades nos relacionamentos vêm das nossas expectativas e desejos não atendidos. Ter Paz é saber que todas as dificuldades são transitórias e passageiras, e a solução aparecem quando exercitamos a nossa calma e paciência nestas ocasiões. Devemos sempre seguir em frente, nos libertando dos ressentimentos e das mágoas que estas situações podem nos proporcionar. A verdadeira Paz é quando conseguimos vencer os nossos medos imaginários e as dificuldades interiores.

Já repararam que há vários cursos para aprimorar a oratória, mas nenhum para aprender a escutar? Todos querem saber falar, e como falar; Mas quem está disposto a ouvir? Há um ditado popular que diz: “temos 2 ouvidos e apenas 1 boca, pois devemos ouvir 2 vezes mais do que falamos”. Ouvir é um dom que poucos possuem. Não é só ficar de boca fechada esperando que a outra pessoa encerre a sua exposição. Muitos ficam balançando a cabeça, fingindo que estão entendendo tudo, mas no fundo já está pensando no que vão falar quando o outro parar e fechar a boca. No fundo queremos ser ouvidos; Saber escutar é ficar em silêncio, é dar espaço para que o outro exponha a suas idéias. Não há necessidade de julgamento e nem de avaliação nos pontos de vista do outro. Saber escutar é respeitar as dificuldades e o sentimento de quem está falando. Alberto Caeiro, é um heterônimo do poeta português Fernando Pessoa, fez o seguinte comentário: “Não é bastante ter ouvidos para ouvir o que é dito. É preciso também que haja silêncio dentro da alma”. Isto resume tudo o que foi dito acima.

Que frutos oferecemos ao mundo?

Em toda existência neste planeta, sempre temos um propósito a realizar. E não basta sómente em querer receber. Há necessidade de doarmos algo ao mundo como uma forma de agradecimento pelo aprendizado recebido. Fazendo uma analogia do homem com uma árvore: que frutos oferecemos ao mundo? Conhece-se a árvore pelos seus frutos; Se tivermos a consciência do que temos que fazer na atual existência, se tratarmos com respeito e carinho nossos semelhantes, se exercitarmos a compaixão, a tolerância e a paciência para com todos, com certeza nossas raízes serão fortes e profundas, e nossos frutos serão da melhor qualidade. Se alimentarmos a raiva, o ódio, o desejo de vingança, se ficarmos instigando a violência e a maledicência para com as outras pessoas, nossa árvore não produzirá frutos, ou seja, será uma árvore estéril; Se a essência desta árvore é doar maçãs ao mundo, por exemplo, não adiante as pessoas virem até esta árvore, ficarem batendo e a agredindo para que ela ofereça mangas. Com certeza ela não fará esta oferta. Uma pessoa espiritualizada vem ao mundo para oferecer o Amor, a Gentileza, o entendimento espiritual, mostrar um tipo de comportamento (que não é tão novo assim) para um novo planeta Terra que está em formação; Existe uma Lei Universal que é imutável: o Amor sempre vence; Supera o ódio, a agressividade, a ignorância espiritual das pessoas. O Amor é paciente, sabe esperar o momento exato para que a Verdade ilumine o coração e a mente .



EXOPOLÍTICA E O CONTEXTO EXTRATERRESTRE

“Exo-ciência” é o estudo do fenômeno extraterrestre. “Exo-ciência” também está associado às “exo-políticas”, que abrangem a necessidade de a humanidade ter contatos abertos com extraterrestres em uma base representativamente democrática, que respeite a soberania da Terra.
Na “economia global” de hoje uma “ciência oficial”, que nega o estudo analítico dos fenômenos espirituais, como um contexto legítimo para compreender a realidade humana, foi criado ao longo do tempo. A “ciência” que é legitimada pelas instituições que estão intimamente ligadas a esta “economia global”, tendem a procurar analisar apenas alguns aspectos da “materialidade”. Assuntos priorizados por esta “ciência oficial” estão limitando as áreas de conhecimento e complementam a agenda do eleitorado de indivíduos que procuram manipular o conhecimento, “reconhecido” como conhecimento humano de poder e controle. Nesse contexto de priorização científica, nomeadamente procura excluir as relações extraterrestres com a humanidade, a fim de mantê-la ignorante de seu aparente potencial “bloqueado”, que é o patrimônio do seu próprio DNA. Dr. Francis Crick concluiu a origem extraterrestre no Genoma Humano, na sua renomada pesquisa sobre DNA.Na verdade, esforços para buscar um contexto científico para a apreciação dos fenômenos espirituais, também tem sido desaprovada pelas elites das religiões institucionalizadas, que gostam da “ciência oficial”, que procuram controlar a humanidade dentro dos dogmas aceitos pelo sistema.


Esforços colaborativos de exo-cientístas, inspirados pelo Dr. Michael Salla, sugerem que dentre os estimados mais de 20 tipos de genes extraterrestres no DNA humano, encontram-se habilidades psico-cinéticas associadas com as memórias genéticas de antigas raças extraterrestres. Essas aparentes habilidades psico-cinéticas estão associadas com o foco da consciência criativa coletiva de ser no universo.Essas habilidades psico-cinéticas, por exemplo, poderiam vir a se manifestar ao longo do tempo, quando os seres humanos executam atos no processo de tentar salvar outra vida, como ”grandes atos físicos e outros atos”, que parecem ir para além da esfera da compreensão pela “ciência oficial”. As habilidades de cura registradas em indivíduos de comunidades indígenas de todo o mundo, por exemplo, têm demonstrado em relação à sua espiritualidade,e pode ser visto como um acesso á esta “memória” no DNA. “A ciência oficial”, que visa complementar os interesses de diversas empresas que buscam lucro comercial de medicamentos e outras terapias, aparentemente procuram negar os potenciais incríveis da humanidade para uma elevada qualidade de vida, quando é acessada sua Memória de DNA.



A Terra representa uma fronteira genética para alguns extraterrestres?

Houve relatos de testemunhas oculares no mundo, incluindo vídeos de aparentes naves extraterrestres, transmitidos por emissoras profissionais para milhões de pessoas. Exo-cientistas indicam que isso é porque “estes extraterrestres têm procurado observar ou intervir na Terra, porque há seres humanos com traços dos seus antepassados ​​genéticos.” É importante notar que os exo-cientistas não afirmam que todos os extraterrestres observados pela humanidade, o fazem por causa de uma associação genética com a humanidade, apesar de “genética” ser a principal motivação relatada. A Terra, portanto, parece representar uma “fronteira genética estratégica”, entre extraterrestres que “semearam” cientificamente a Terra, e outros extraterrestres com diferentes agendas genéticas.

Outras indicações visíveis do aparente contato extraterrestre no DNA humano.
A existência de diversas comunidades étnico-raciais da humanidade na Terra, talvez, proporcione uma aparência mais visível de “comunidades genéticas dos extraterrestres”. Tribos africanas, incluindo a Dogon, nomeadamente, citam evidências de ter origens nas raças de “criaturas sobrenaturais que desceram do céu.”Exo-cientistas indicam que a “ética” Extraterrestre inspirou as filosofias orientadas de proteção ambiental das comunidades de tribos nativo-canadense, africanas e outros. O conhecimento dos fatos astrológicos dentro de diversas comunidades tribais está associada com as alegações de contato extraterrestre muito antes da astronomia moderna, corroborando os exo-cientístas da evidência de contato extraterrestres com o DNA humano.Tribos indígenas nas Américas, África e em outros lugares abraçam a espiritualidade “animista” no relatado original, espiritualmente e tecnológicamente avançados dos extraterrestres humanos e outros que “semearam” a Terra. Essas tribos foram aparentemente inspiradas pelo constituinte originário de extraterrestres humanos e outros para serem guardiões da “Mãe Terra”, e viverem em harmonia e equilíbrio com a natureza.

Então vieram relatos de manipulação genética e cultural por interesses concorrentes entre extraterrestres……
Exo-cientistas sugerem que as intervenções posteriores na Terra por extraterrestres, em larga escala, procuraram manipular genéticamente os humanos da Terra, tecnológicamente e também inspirando dogmas disfuncionais religiosos, e os rituais que os acompanham. Aparentemente, esses extraterrestres realizaram grandes feitos”, a fim de serem adorados como ‘deuses’. O passo seguinte foi relatado como o fornecimento de tecnologia para estabelecer a mineração do ouro e outros recursos minerais a estes seres humanos da Terra, para que estes seres humanos pudessem criar impressionantes estruturas de culto religioso para esses extraterrestres ‘deuses’. Esta corrupção da espiritualidade humana, ainda mais disfuncional inspirou o materialismo crasso. Essa influência aparente é mostrada em estruturas que incluem as Grandes Pirâmides, Templos e em outras estruturas religiosas que incluem Igrejas. O trabalho do Dr. Salla e outros exo-cientistas ainda atestam a este meio.Estas estruturas religiosas tornaram-se centros na criação de rituais e dogmas concorrentes entre os grupos diferentes de cultos “ET”. Estas estruturas religiosas tornaram-se importantes centros nas comunidades; o fanatismo, por sua vez, foi cultivado pelos emissários de elite dos manipuladores “deuses extraterrestres” e foram usados ​​com sucesso por um grupo da humanidade contra o outro.Segundo a pesquisa exo-científica liderada pelo Dr. Salla, alegou-se a manipulação nos humanos da Terra por grupos de ETs com tecnologia avançada, para continuar a incutir uma agenda de controle contra as elites dispostas na Terra, que foram doutrinados por esses “deuses”.

A criação de tecnologia também seria usada para inspirar a criação de armas de guerra, e estas guerras seriam travadas em nome da defesa de sistemas “religiosos” e por sua vez, guiados por extraterrestres “deuses” que buscavam “dividir para reinar”. Os extraterrestres manipuladores procuraram criar falsos deuses à sua própria imagem.

OS FALSOS DEUSES EXTRATERRESTRES

“O objetivo desses” falsos deuses “era reprimir o desenvolvimento de uma consciência coletiva entre os humanos da Terra, com base nas convenções fundamentais universais.” Ainda de acordo com a pesquisa colaborativa de exo-cientistas, “o propósito da criação de sistemas de dogmas religiosos foi desenhado para instalar ódios mesquinhos e antagonismos que reprimem as convenções de paz, amor e sabedoria, (que foi atribuído ao criador de nosso universo), e que caso contrário teria protegido os humanos da Terra de serem explorados como um recurso genético e global planetário. Alguns desses extraterrestres, incluídos aparentemente humanos que se rebelaram contra a espiritualidade comunitária e a ética do “livre arbítrio” dos originais extraterrestres que haviam “semeado” a Terra, teriam simplesmente procurado explorar a Terra por seus recursos minerais. De acordo com os resultados exo-científicos do Dr. Salla, “Outros rebelados materialistas orientados por Grupos de trabalho de ETs humanos e outros seres humanos, vinham á Terra para ter espécimes úteis para serem incorporados nos programas de experimentação genética. ”Aparentemente, extraterrestres socialmente conscientes, de acordo com os resultados da investigação do Dr. Salla em colaboração com exo-cientistas “temendo as implicações da manipulação genética extraterrestres que influenciaram os humanos da Terra a se tornarem bárbaros como Genghis Khan ou Adolf Hitler . Estes “filhos das estrelas” que semearam a humanidade sem o conhecimento aparente dos seres humanos da Terra entraram em contato, para ajudar na visão extraterrestres aparente de “elevar e inspirar os potenciais socialmente criativos da humanidade.”

LEIA MAIS;DR MICHAEL SALLA PhD-EXOPOLITICA
O DNA HUMANO E SUA HERANÇA EXTRATERRESTRE

Apesar disso, “extraterrestres éticos ‘de acordo com a representação dos contatados, cumpriram rigorosas diretivas comunitárias “Galácticas” de não-interferência na Terra, incluindo a não execução de” experiências genéticas”. No entanto, exo-cientistas indicam que os fenômenos “Circulares” são um exemplo notável em sua maioria de “Andromedanos éticos” que buscam inspirar a humanidade na forma de mensagens em crop circles.O DNA do homem moderno na Terra tem, portanto, supostamente as memórias genéticas que estão associadas com as origens da humanidade no universo como parte de uma diáspora de “mais de 130 bilhões de seres humanos”, e posteriores milênios de contato biológico sem coação, e também a experimentação biológica forçada com uma mistura de extraterrestres. Estes são alguns dos conhecimentos na qual se chega, como um resultado do trabalho pioneiro de alguns investigadores diligentes. Estas pesquisas incluem nomeadamente, Francis Crick.Exo-cientistas estão inspirados pelo trabalho do Dr. Francis Crick. Em seu livro Life Itself: Its Origins and Nature (1981), Crick – um Prêmio Nobel e co-fundador da forma da molécula de DNA– afirmou que uma civilização avançada transportou as sementes de vida para a Terra em uma nave espacial. O ganhador do prêmio Nobel, Dr. Francis Crick, que postula uma origem extraterrestre da vida na Terra, não está sozinho neste ponto de vista dentro da comunidade científica. No mesmo ano que foi publicado (1981), Sir Fred Hoyle autor do Life From Space, tomou essencialmente a mesma posição. De fato em um artigo na revista Nature desse ano, ele escreveu:


“A probabilidade da formação da vida de matriz inanimada é para um número com 40.000 zeros… É grande o suficiente para enterrar Darwin e toda a teoria da evolução. Não houve sopa primordial, nem neste planeta nem em qualquer outro, e se o início da vida não era aleatório, eles devem, portanto, ter sido o produto da inteligência proposital. “(Hoyle: 1981, 294:148).


A VIDA VEIO DE MUITAS PARTES DO UNIVERSO

Dr. Hoyle optou por um tipo de inteligência panteísta que criou os esporos de vida em outras partes do Universo, com esses esporos, em última análise deriva para a Terra para começar a vida como a conhecemos. Devido à (e impressionante) complexidade tremenda de vida e o design óbvio por trás dele – outros cientistas que desafiam a “ciência oficial”, apoiada pelas elites políticas, estão começando a endossar esta conclusão também. Leslie Orgel, um dos pesos pesados na pesquisa ​​da origem da vida, também é registrado como defensor dessa posição científica .Como a questão do aquecimento global e em curso o esgotamento da Camada de Ozônio, cientistas não-dogmáticos culpam as elites políticas por ignorarem as evidência clara das origens não-terrenas de seres humanos.
Dr. Francis Crick era um dos dois cientistas que descobriram a estrutura do DNA durante a década de 1950. Certamente uma importante descoberta na história da ciência, isso veio após longa pesquisa e uma grande partilha de informações e conhecimentos. Crick ganhou o prêmio Nobel por seu trabalho. Dr. Crick aplicou os mesmos rigorosos padrões disciplinares para suas descobertas das origens Extraterrestres.Emseu livro Life Itself, Dr. Crick fala que as criaturas de outro sistema solar trouxeram as sementes necessárias para a vida a planetas sem vida e, graças a esse tipo de intervenção a vida começou aqui.Trabalho ganhador do Prêmio Nobel, Dr. Crick é consistente com os resultados aparentes do “Professor Sam Chang” do Projeto Genoma Humano, que foi creditado para tentar liberar as descobertas científicas sobre evidências de contato com extraterrestres no DNA humano.

A IMPORTÂNCIA DE ACEITARMOS E ENTENDERMOS O CONCEITO EXTRATERRESTRE

A crença religiosa,os dogmas impostos por centenas de anos, o ateísmo e a negação da vida extraterrestre, são coisas muito fortes. Precisamos hoje, mais do que nunca, adquirir uma consciência de que essas coisas nos limitam na maneira de encarar o universo em que vivemos e aonde estamos,para evoluir. Todos preferimos levar nossas vidas tranquilamente, sem guerras, disputas ou rixas em nome da religião,respeitar os conceitos de Deus de cada um de nós,que variam de acordo com cada nível de consciência em que nos encontramos e que não somos os únicos seres deste imenso universo;que fomos influenciados em tudo pela sempre e constante presença de extraterrestres na história da Terra e que levamos esta carga genética híbrida conosco; O único caminho disponível para alcançarmos essa condição de compreensão de todos estes assuntos é a informação e o desbloqueio das mentes,com respeito pela individualidade e nível de evolução de cada um de nós; Falemos, para quem deseja por livre e espontânea vontade, nos ouvir. Conversemos e informemos, não imponhemos. Escrevamos ou publiquemos. Criemos o nosso espaço físico ou virtual, onde as pessoas irão nos ouvir, de acordo com a vontade delas e não de maneira imposta;usemos a informação de fontes fidedignas e bem embasadas para disseminar todas essas informações,afim de criar espaço na mente para novos questionamentos e o abandono dos velhos,sem coagir nem forçar,apenas aproveitarmos essas energias da Transição Planetária para ampliarmos as conscências de todos;afinal, não estamos aqui para criar mais crenças e mais dogmas,pelo contrário, o momento é para uma reciclagem geral de tudo o que nos foi ensinado ou imposto até hoje, em toda a história da humanidade;todas as manipulações de mentes,de emoções, os medos e as culpas,a ignorância mantida com fins beligerantes e castradores,as mentiras deliberadamente contadas e mantidas afim de manter o controle;tudo isso somado ao desconhecimento de nossos reais potenciais, permitiram um atraso de enormes proporções para a raça humana e que só agora estamos vendo o quanto lutamos,morremos ,adoecemos e matamos em nome destas mesmas crenças.Trouxemos esse tema,afim de ajudar a esclarecer essa postura, para que tenhamos mais conhecimento sobre os conceitos e crenças que permeiam a vida dos seres humanos.Ter ou não uma religião,acreditar ou não em um Deus, não nos isenta de tentarmos conviver em paz, da melhor maneira possível, como seres que vivem no mesmo planeta e necessitam das mesmas coisas básicas para a manutenção da vida.Viver se degladiando com conceitos e definindo quem tem razão sobre isso ou aquilo, não nos ajudará a solucionar os problemas que afligem Á TODOS NÓS, religiosos ou não, crentes em algo ou não.O tom da Transição Planetária é a UNIÃO DOS SERES, com suas diferenças e semelhanças, em um convívio harmonioso e em paz.

O PROJETO HUMANISTA

O futuro de nosso planeta obriga-nos a repensar o projeto humanista, um projeto que deveria estar fundado em sete pilares:

Promover uma política planetária – O que foi a cidade-Estado para os atenienses se converteu no Estado-nação para as democracias modernas. De fato, a cidadania – invenção dos antigos gregos que definia o engajamento assumido pelos membros da cidade – foi transformando-se paulatinamente em compromisso em relação ao país inteiro.A crise planetária atual questiona nossa responsabilidade de cidadão do planeta. Em outras palavras, ela exige engajamento do indivíduo em relação ao futuro da humanidade e da Terra. O novo humanismo deve mostrar-se sensível à importância de todos os seres humanos e ao sentimento de solidariedade mundial.

Respeitar a diversidade das culturas – No passado, o homem deu mostras de desprezo em relação a seu semelhante, como testemunham o extermínio dos povos indígenas nas Américas, o tráfico negreiro e todas as formas de racismo e de xenofobia que delatam sentimentos de superioridade em relação a outras culturas. Se quisermos construir um novo humanismo, devemos combater o etnocentrismo, tornar nossa humanidade “acêntrica” e respeitosa da diversidade cultural. Temos de apaziguar os conflitos entre as culturas e considerar cada uma delas como uma riqueza em si, cuja interação é superior à soma das partes.

Proteger melhor o meio ambiente – Histoóricamente, o homem tratou a natureza com arrogância e irresponsabilidade, negando-lhe qualquer valor. Dessa forma, esgotou recursos naturais e alterou o equilíbrio ecológico a tal ponto que o próprio futuro da civilização se encontra ameaçado. Em um planeta maltratado e encurralado, apenas a atividade humana e os preços do mercado geram valor: o valor da árvore mede-se pela madeira que produz, e o animal, pela carne e pelo couro que fornece…O novo humanismo deverá integrar a civilização no equilíbrio ambiental. A produção econômica não pode mais ser únicamente medida em termos dos bens e dos serviços materiais ou do PIB. Deve levar em conta o conjunto dos custos gerados pelo lixo produzido.

Garantir a igualdade de oportunidades – Se o humanismo foi a base do sonho igualitário, o capitalismo exacerbou as desigualdades a tal ponto que a expectativa de vida dos indivíduos varia conforme sua renda. Devemos criar e sustentar a idéia de um humanismo que garanta a igualdade de oportunidades e a mobilidade social, imponha limites ecológicos contra um consumo que está esgotando o meio ambiente e proteja os mais desfavorecidos.

Valorizar uma produção dominada pelo homem – A valorização do trabalho em detrimento da terra fez do homem um produtor de valores e colocou os trabalhadores no centro do processo de produção. No entanto, esse avanço trabalhou contra o humanismo, quando o valor se transformou em preço fixado pelas forças ocultas do mercado que fogem ao controle do homem. As explicações ocupam o lugar da justiça, a demanda suplanta a vontade e os desejos consumistas, a satisfação das necessidades. Para construir um novo humanismo, devemos reorientar a marcha das nações e do gênero humano para um processo de produção ecologicamente equilibrado que confira valor aos bens não comercializáveis.O novo humanismo deverá igualmente abolir a escravidão, que continua a subjugar o homem, quando este fica relegado ao papel de mera engrenagem no processo de produção.

Integrar pela educação – O humanismo, na era da industrialização, prometia um futuro de igualdade de renda, graças à economia. Segundo os defensores do capitalismo, o aumento da produção e as leis do mercado deveriam provocar um “efeito transbordamento”, isto é, uma distribuição das riquezas de cima para baixo da pirâmide social. Para o socialismo, ao contrário, a distribuição deveria ser assegurada pelo Estado e pelas leis do planejamento.Hoje, sob a nova economia do conhecimento e do capital humano, a chave do progresso econômico e da justiça social reside na educação de qualidade para todos. O desafio, para o novo humanismo, consistirá em fornecer para cada criança uma educação de qualidade, independentemente de raça, renda familiar ou local de residência. O “efeito transbordamento” prometido pelo capitalismo não mais virá do mercado, mas de um movimento ascendente induzido pela educação.O objetivo desse processo, em longo prazo, será a integração de todos os povos do mundo, utilizando todas as técnicas disponíveis de uma rede planetária.

Afirmar a modernidade ética – A civilização industrial caracteriza-se por uma busca insaciável de modernidade técnica e pelo uso de tecnologias em constante renovação. Daí decorre o aparecimento de uma racionalidade econômica que justifica produtos tecnológicos cada vez mais avançados e que deixa de lado os objetivos sociais, relegando assim os valores éticos.O novo humanismo erigirá, ao contrário, os valores éticos como pedra angular dos objetivos sociais, como fundamento de uma racionalidade econômica que regerá o conjunto das decisões técnicas. As técnicas deverão ser escolhidas em função de normas éticas e estéticas, e não simplesmente em termos de eficácia econômica.A modernidade técnica definida pela originalidade da tecnologia e do humanismo deverá ser substituída, no novo humanismo, por uma modernidade ética. Deixaremos, por exemplo, de avaliar os transportes em função do número de veículos particulares em circulação, para levar em conta aspectos como rapidez, conforto para os usuários, pontualidade e acesso universal.Da mesma forma que Einstein, o incrédulo que tratava Deus por “tu” na esperança de subtrair Dele os segredos da criação do mundo, o novo humanismo deve encontrar o modo de construir uma civilização democrática, tolerante e eficaz para a humanidade inteira e para cada ser humano em particular, no respeito da natureza.Esse modo é o diálogo entre os povos, assim como entre os povos e a natureza. O novo humanismo repousará no diálogo entre as culturas e a mãe Gaia.

CONCLUSÃO E NOTA DO BLOG

O Planeta está passando por mudanças dramáticas que indicam o fim de uma antiga Era e o início de outra. A economia, o meio ambiente, as nossas fontes de energia, o acesso aos alimentos e à água estão em questão, e, nesse período de transição, nossa fé, ética e espiritualidade serão mais importantes do que nunca. Muitos temem essa transição pela qual passamos; podemos agora nos reinventar, melhorar o nosso mundo e renovar a nossa base espiritual. Esta série foi elaborada para trazer novidades,informações,conhecimento novo,que nos mostram como podemos utilizar a nova tecnologia, os sistemas de conhecimento e as perspectivas da ciência da Nova Física e da Nova Medicina para nos beneficiarmos das mudanças, obtendo uma vida social, pessoal e espiritual que nos proporcione maior satisfação.Há décadas atrás, a busca da felicidade andava de mãos dadas com o aumento do consumo: os lugares naturais de satisfação pessoal eram as lojas, em vez das relações sociais ou das atividades com as quais cada um podia ser útil aos seus semelhantes, cooperando com eles. Essas duas convicções produziram, de fato, uma grande quantidade de miséria material e espiritual, além de atacar gravemente os recursos naturais do planeta inteiro: de um lado, temos vivido acima dos nossos meios; de outro, descobrimos dolorosamente que a felicidade não pode ser comprada. Portanto, a todos nós hoje se pede que mudemos radicalmente a ordem das nossas vidas.Estamos agora interconectados e somos interdependentes. O que acontece num lugar do planeta tem impacto em todos os demais lugares, mas essa condição que compartilhamos se traduz e se reprocessa em milhares de línguas, estilos culturais, depósitos de memória. Não é provável que a nossa interdependência redunde em uma uniformidade cultural. O desafio que enfrentamos é, por assim dizer, o de que estamos todos no mesmo barco; temos um destino comum e a nossa sobrevivência vai depender da cooperação ou da luta(?) entre nós. Em todo o caso, às vezes, diferimos muito em alguns aspectos vitais. Temos que desenvolver, aprender e praticar a arte de viver com as diferenças, a arte de cooperar sem que os cooperados percam sua identidade, a beneficiarmo-nos uns dos outros, não apesar, mas graças às nossas diferenças. Em nossos tempos, a grande pergunta não é “o que resta fazer”, mas “quem pode fazê-lo”. Atualmente, há uma crescente separação, que se aproxima de forma alarmante;O que se esquece nos dias de hoje , é que a natureza do sofrimento humano é determinada em parte, pela forma como as pessoas vivem. A dor que atualmente se lamenta, assim como todo o mal social, tem profundas raízes na forma de vida que aprendemos,portanto uma mudança completa de paradigmas se faz necessária para que o planeta e a Consciência global avance.O futuro do significado do Plenum Cósmico/ Deus apresenta em síntese, sete tendências principais que vão influenciar a nossa vida religiosa e espiritual. Dentre elas estão a tendência à individualização da religião(cada um com sua própria crença e adequada á sua evolução e consciência) e um cenário multiforme; tendência à ascensão do “Deus Verde”,ou seja, mais ligação entre a Fonte e a natureza; a combinação de doutrinas e rituais religiosos de forma pacífica; desenvolvimento de uma consciência mais elevada; nações multiculturais formadas por imigrantes,o que vai ampliar(esperemos) as multiculturas e integração dos povos.Já podemos constatar que os prazeres materiais (“da carne”, se diria tempos atrás) não bastam: é preciso um contato com algo que transcenda as nossas ocupações e preocupações cotidianas,mas esse retorno à cena da espiritualidade não corresponde necessáriamente á uma adesão às instituições e aos códigos religiosos tradicionais. Ao contrário, a tendência que prevalece hoje e acena para um futuro bem próximo, não encontra como interlocutores naturais as Igrejas e nem mesmo ás inúmeras seitas que confluem no vasto mundo religioso atual. Os gostos da nova espiritualidade não pendem pelos dogmas, pelas regras disciplinares compartilhadas: justamente é a busca de um “Deus pessoal” com verdadeiros valores, sem punições, sem “pecados” ou regras rígidas que tem de ser seguidas por todos,mas um “Deus” baseado apenas no Amor Incondicional, na Caridade,na Fraternidade, na Verdade e no Espírito.

EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL

******************************************************************************************************************


Posts relacionados; EVOLUÇÃO DA RAÇA HUMANAequilibrio-a-principal-ferramenta-da-ascencao-para-uma-consciencia-unificada/”chaves-para-o-autoconhecimento-e-a-cura-o-estudo-do-eu-superior-parte-1/”a-abertura-aos-sentidos-superiores-experiencias-no-caminho-da-ascencao/”academia-de-ascensao-energia-criadora/”o-que-realmente-significa-ascender-a-quinta-dimensao/”o-caminho-da-vida-na-quinta-dimensao/”a-ciencia-das-dimensoes-a-setima-dimensao-quarta-parte/”crops-circles-a-geometria-e-a-mensagem-do-povo-das-estrelas-primeira-parte/”os-cientistas-da-nova-era-setima-parte-drunvalo-melchizedek-o-antigo-segredo-da-flor-da-vida-e-a-geometria-sagrada/”os-cientistas-da-nova-era-j-j-hurtak-academia-para-a-ciencia-futura-dna-ultraterrestres-vigesima-parte/”glandula-timo-a-chave-da-imunidade-e-da-energia-vital/”acessando-energia-de-alta-frequencia-com-sua-glandula-pineal/”11-maneiras-de-descalcificar-a-glandula-pineal/”–a-chave-para-neutralizar-e-dissolver-a-matrix/”as-6-grandes-ilusoes-que-nos-mantem-escravizados-a-matrix/”a-evidencia-de-que-a-consciencia-cria-a-realidade-bem-vindo-a-matrix/”os-cientistas-da-nova-era-michael-talbot-e-o-universo-holografico-decima-nona-parte/”o-futuro-quantico-os-principios-e-a-importancia-da-fisica-quantica-ressucitando-o-gato-de-schrodinger/”os-cientistas-da-nova-era-michio-kaku-a-teoria-das-cordas-os-universos-paralelos-as-viagens-no-tempo-decima-quinta-parte/”os-cientistas-da-nova-era-ervin-laszlo-a-ciencia-e-o-campo-akashico-a-teoria-integral-de-tudo-decima-sexta-parte/”os-cientistas-da-nova-era-decima-quarta-parte-amit-goswami-e-o-universo-autoconsciente-como-a-consciencia-cria-o-mundo-material-a-fisica-da-alma/”conhecendo-as-constelacoes-orion-primeira-parte/”discos-solares-revisitados-a-consciencia-se-eleva-conforme-a-antiga-ordem-retorna/”o-dogma-religioso-as-crencas-limitadoras-e-o-contexto-extraterrestre-o-que-ainda-impera-no-planeta-e-o-que-precisamos-eliminar/”os-cientistas-da-nova-era-terceira-parte-david-icke-e-o-grande-segredo/”

*******************************************************************************************************************


Bibliografia para consulta
1-O despertar de uma nova consciência
Eckhart Tolle
2-Momento de despertar
Shakti Gawain
3-Psicologia da Alma
Dr Joshua David Stone
4-Um Curso em Milagres
Foundation for de Inner Peace
5-Ascenção Cósmica-roteiro para os reinos desconhecidos da luz
Dr Joshua David Stone
6-Sua missão ascencional-O seu papel no Plano Maior
Dr Joshua David Stone
7-Ascenção Cósmica
James Tyberonn
8- O processo da Iluminação Espiritual
Judith Blackstone
9-Vinha de Luz
Espírito Emmanuel através do médium Chico Xavier
10-Renovando Atitudes
Espírito Hammed através do médium Francisco do Espírito Santo Neto
11-Manuscritos -acervo pessoal


12-Código da Inteligência
Augusto Cury
13- Passo á Passo-A Jornada do Autoconhecimento
Carlos A. Bacelli
14-Autoconhecimento-A chave da Mudança
Carlos Roberto da Silva Junior
15-Karma e Dharma
De Rose
16-A arte da Felicidade
Dalai Lama
17-Ensinamentos que vem do coração
Tartang Tulku

Divulgação: A Luz é Invencível

Postagens populares

O Blog Filosofia Esotérica Brasil é de mesma autoria do Consciência Estelar, vote para melhor blog!

O QUE PROCURA? ACHE POR AQUI!