sábado, 16 de fevereiro de 2013

PERGUNTEM AOS MESTRES - CONTRATOS E LIÇÕES DE VIDA






PERGUNTEM AOS MESTRES
CONTRATOS E LIÇÕES DE VIDA
Pelas Vozes Celestiais
13 de Fevereiro de 2013.


QUANDO MORRE UM BEBÊ

QUANDO INTERFERIR


MUDANDO A SUA VIDA



Os Mestres escreveram em seu Livro: “Sabedoria do Mundo Espiritual”, sobre os contratos que as nossas almas fazem antes de encarnarem, e como estes contratos levam a lições que são dadas na negatividade.

“Enquanto ainda no Lar, a alma faz uma série de contratos relativos a lições que ela deseja experienciar em sua próxima vida. Estas permitirão que outras almas, geralmente companheiros de alma de seu grupo de alma mais próximo, ajudem-nas a serem apresentadas com situações que desencadeiem lições. Desde que a maior parte dos contratos é feita com almas familiares, a própria essência delas é familiar quando estão na Terra na forma humana.” (Sabedoria do Mundo Espiritual – pg. 32).

“Vocês fizeram acordos com alguns dos seus amigos em sua forma anímica para ajudá-los a experienciar vários desafios. Vocês podem ter desejado sentir como é a traição, o abandono, a revolta, ou uma sensação de perda. Vocês nem sempre determinaram a maneira exata em que as lições seriam realizadas, mas apenas o resultado final. A traição pode ser uma promessa quebrada a uma criança, um marido traidor, ou falsas acusações de um colega próximo. O abandono pode ser o afastamento de seu companheiro ou de um pai (ou mãe), ou a morte de um membro da família ou de um amigo próximo.

“Estar no meio de um evento devastador natural, ou ser erradicado quando ainda criança por seus pais para mudar para outro local, pode ser a sua expressão de revolta. Vocês podem experienciar uma sensação de perda, a partir da morte de um pai, filho, ou animal de estimação, ou a cessação do contrato do seu emprego. Cada um destes exemplos lhes garante a lição desejada.

“O que vocês fazem ao ser concluído o evento? Este é o outro lado da equação. Estas experiências são chamadas de lições de vida, porque vocês vieram à Terra para aprender com elas. Em cada um destes cenários, se vocês lutarem contra as emoções e os sentimentos que vêm durante a experiência, não se permitirão aprender.

“Vocês devem compreender a energia da experiência, de modo que tenham uma marca de seu poder. Então, vocês não precisarão mais de exemplos desta lição. Se não aceitarem a sensação, vocês não farão um registro do sentimento, e assim deverão passar pela experiência novamente, até que se permitam sentir.” (Sabedoria do Mundo Espiritual, pg. 100).

Duas das perguntas aos Mestres nesta semana levantam a questão dos contratos. A primeira é sobre uma criança, um dos gêmeos, que morreu logo depois de nascer. Os Mestres identificam a morte como o centro de um contrato feito por “uma tonelada de pessoas”. 

A segunda pergunta como o questionador deveria lidar com um homem completamente repreensível. Ele deveria ser entregue à polícia, ou deveria deixar “que Deus cuidasse dele”? Aqui, inúmeras pessoas podem estar envolvidas nesta situação dolorosa. 

A terceira questão é bem diferente. Um homem e uma mulher estão tendo uma amizade adorável, mas eles vivem separados, cada um “do outro lado do mundo”. Vamos lhes fazer uma pergunta: A situação deste casal feliz é o resultado de um contrato ou não? Nós lhes demos uma pista na pergunta. Mas, desta vez, vocês devem fornecer a resposta.

http://www.mastersofthespiritworld.com/


QUANDO MORRE UM BEBÊ

PERGUNTA: Mestres, há 14 anos eu tive gêmeos prematuros, mas um faleceu no hospital, uma semana após o nascimento. Poderiam me dizer por que ela morreu e onde ela está agora? Ela sabe quem eu sou e que ela tem irmãos? Ela tentou entrar em contato conosco? Seu espírito ou alma permanece um bebê, ou ela cresce como os seres humanos? Será que ela cuidará de nós? Será que eu poderia falar com ela e obter uma resposta? Rosemary, Estados Unidos.

RESPOSTA: Sua filha querida tinha entrado em contratos com uma tonelada de pessoas que seriam afetadas pelo seu retorno ao Lar. Ela concordou em passar apenas um tempo mínimo na Terra antes de partir. Você e alguns de sua família e associados queriam experienciar os sentimentos do abandono, da falta de controle, da tristeza, do sofrimento, como você apresentou aqui. Estes acordos foram determinados antes que as suas almas viessem à forma humana.

Toda a humanidade é composta de almas que estão na Terra para experienciar a negatividade, assim elas podem fazer escolhas sobre como viver as suas vidas. Uma vez que as almas deixam os seus corpos humanos, elas são bolas de energias incondicionalmente amorosas – a menos que elas escolham manifestar corpos, para que elas possam se comunicar com pessoas que precisam vê-las, como são lembradas.

As almas estão cientes de tudo o que existe. Sim, enquanto no Lar, a alma que esteve em sua filha estava totalmente familiarizada com o que estava acontecendo em suas vidas. Em uma tentativa de aliviar o seu fardo, ela permaneceu ao redor de vocês por algum tempo, para ver se você sentiria a sua energia. Ela agora seguiu em frente e retornou à Terra, como outra garotinha na África do Sul. Devido à amnésia, ela tem somente uma idéia fugaz do tempo que ela passou com vocês e os irmãos. Uma vez que ela complete este ciclo e retorne ao Lar, ela terá pleno conhecimento do tempo com vocês.

Por ela estar de volta à Terra, a sua mente consciente tem o controle agora, e não é possível que você converse com a sua alma. Pode ser possível encontrá-la no estado de sonho, desde que as suas duas mentes conscientes estejam dormindo e a sua alma inconsciente esteja no comando dos seus sonhos. Vá dormir com a idéia de fazer o contato. Poderá levar algum tempo, mas a alma dela receberá a mensagem e, se for curiosa, virá e se unirá a você quando você dormir. A alma dela lhe envia amor.

QUANDO INTERFERIR

PERGUNTA: Mestres, estou preso a um dilema. Conheço alguém que fez muitas coisas erradas e desagradáveis para as pessoas, devido a sua ganância e interesses pessoais. Os resultados de suas ações deixaram estas pessoas a quem ele chamava de amigos, emocionalmente perturbadas e assustadas. Minha mente consciente está me dizendo que eu deveria denunciá-lo à polícia, pois ele é procurado por ela, e ele não merece estar livre. Outro lado meu está me dizendo que eu deveria deixar que Deus cuidasse dele. Algumas vezes, a minha mente consciente me diz que ele é o diabo e que é o meu dever afastá-lo. O que eu deveria fazer em relação a esta situação? – Frank, Canadá.

RESPOSTA: Como com todas as coisas, uma alma tem total liberdade de escolha no processo de tomada de decisão. Não há certo ou errado, e ninguém do lado positivo do mundo não físico, irá lhe dizer que você deveria ou deve fazer uma coisa ou outra.

As almas vêm à Terra para aprender lições. Elas estão conscientes de que a sociedade estabeleceu regras e regulamentos e que há conseqüências por não obedecê-los. As pessoas têm a liberdade de escolher o que elas desejam fazer. Se elas escolherem desobedecer aos anseios da sociedade, tais como, violar uma lei, elas podem esperar estar sujeitas às penalidades da humanidade por suas iniqüidades.

Você está em uma posição de ser capaz de ver o que os outros estão cegos ou ignoram. Se você denunciá-lo à polícia, você seria considerado pelos seus vizinhos como um bom cidadão, desde que o esteja afastando de um espaço de prejudicar os outros. Você não está usando qualquer forma de julgamento de sua própria mente, mas sim auxiliando a sociedade a cumprir as leis acordadas. Você está avaliando que ele é uma pessoa querida, você sabe onde ele está, assim você está ajudando a polícia no desempenho do seu trabalho.

A jornada é apenas dele. Não há necessidade de tentar classificá-lo com base nas lições que ele escolheu. Pois a sua lição, é recuar e ver que isto não é o tipo de atividade a partir da qual você possa aprender em sua jornada. A escolha é ainda sua, mas o faça a partir de um espaço de compaixão, e não de raiva ou medo. Tê-lo em custódia irá impulsioná-lo em sua jornada de aprendizado.

MUDANDO A SUA VIDA

PERGUNTA: Mestres, eu encontrei um homem que vive do outro lado do mundo. Isto me fez perceber muitas coisas sobre a minha vida e os meus medos. Após anos de escolhas erradas, falta de amor próprio e de perder a minha fé em homens e relacionamentos, eu finalmente encontrei alguém que poderia ser bom para mim e um grande parceiro, também. Eu não tinha mais certeza se alguém assim poderia existir. Sinto também que no país onde atualmente vivo, eu nunca irei encontrar o tipo certo de parceiro ou serei capaz de realizar os meus desejos a longo prazo de ter uma relação e uma família. O que devo fazer? – Karin, Finlândia.

RESPOSTA: Você deve entrar em seu coração e perguntar: O que eu sinto em relação a esta situação? O que realmente sinto que quero fazer? Você se abriu ao amor próprio. Permita que este amor direcione o seu futuro. A primeira coisa que deveria se lembrar é que como uma alma você é onipotente e pode criar, e então manifestar aquilo que deseja. Você já começou este processo, trazendo este homem maravilhoso a sua vida para derrubar todos os seus medos em relação aos homens e aos relacionamentos.

Você se castiga pelas decisões “erradas”. Nenhuma delas foi verdadeiramente errada. Elas foram escolhas que vieram a você, para que você pudesse ver o que não funcionava bem em sua vida. Os homens que você encontrou eram exemplos do tipo que não iriam lhe satisfazer. As percepções que você alcançou de suas experiências passadas lhe permitem agora delinear exatamente o que você quer de agora em diante.

Regra número um: Você tem total liberdade de escolha de todos os aspectos de sua vida. Ninguém pode lhe dizer o que fazer. Eles podem tentar, mas você tem a decisão final sobre se aceita ou não. Regra número dois: Nada é final ou absoluto na jornada de sua vida. Se um homem não continuar a satisfazer as suas necessidades, consiga um novo. Se um lugar não pareça adequado, mude-se. Se tudo começar a ficar negativo e assustador, pare e veja o lado positivo e siga para ele. Regra número três: veja a regra número um. A escolha é sempre sua.


Fonte: http://violetflame.biz.ly
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

http://stelalecocq.blogspot.com.br/2013/02/perguntem-aos-mestres-co...

Postagens populares

O Blog Filosofia Esotérica Brasil é de mesma autoria do Consciência Estelar, vote para melhor blog!

O QUE PROCURA? ACHE POR AQUI!