domingo, 6 de janeiro de 2013

Elohins - Plano Mental Superior





Elohins

Plano Mental Superior - Fragmentos do livro - Os 7 Mestres, Suas Origens e Criações

" Eu Sou Cassiopéia. Venho em nome da Chama Dourada falar a vocês do poder do pensamento centrado.
Os Elohins são a manifestação da vontade divina. Nós somos a força divina manifesta no mundo objetivo, como princípio divino nas árvores, nas plantas e até nos pensamentos dos seres humanos. Nós somos a centelha de luz que se torna densa e se transforma em matéria. O raio da sabedoria, a chama da sabedoria, possibilita a consciência e a ascensão através do conhecimento, através do foco centrado de sua inteligência.
Imaginem que a força do seu pensamento é como o sol, que é infinitamente maior que este planeta que vocês chamam Terra. Através da concentração, através da força da sua energia concentrada, vocês podem alcançar qualquer objetivo nesta vida. Tudo está à sua disposição, desde que o pensamento seja centrado, um pensamento livre de egoísmo, livre de falsos desejos, falsas modéstias e falsos medos. Porque tudo aquilo que vibra negativamente não é verdadeiro. Deus, a projeção desse Deus espiritual é eterna e constante na sabedoria e no amor.
Usem o poder centrado do seu pensamento, como usariam uma lente de aumento para retrair os raios do sol e depois expandi-los. E a força desse poder centralizador da mente, criaria, com seus raios, até a fogo. Assim é a mente de vocês, capaz de criar mundos, capaz de fazer vocês se tornarem deuses desses mundos. No entanto, o homem se perde em divagações, em medos, em palavras mal faladas, em caminhos tortuosos de si mesmo. Estamos fazendo em vocês um trabalho de centralização de poder. Queremos que cada um se concentre no seu poder e na sua vida. É importante pensar positivo; é importante pensar em luz; é importante ter a consciência da força do seu pensamento.
Usem o poder da Chama Dourada, a chama da sabedoria, para criar em suas vidas os mundos pelos quais vocês serão responsáveis. Sim, porque enquanto pensarem besteiras, tristezas, desarmonias, também são responsáveis por esses mundos de pouca luz.
Trabalhem a sua energia, trabalhem a sua força e criem mundos de luz. "

Num primeiro momento, o Criador se manifestou no Plano Mental Superior, conhecido também como Plano Celestial, ou atma, e deu forma aos Elohins, pela força emanada dele mesmo. Sendo assim, os Elohins manifestam-se no Mundo Mental Superior, como uma derivação do próprio princípio divino, que foi adentrando nos mundos por Ele criados. Os Elohins são também conhecidos como Devas (esta palavra, que vem do sânscrito, quer dizer deuses ou deidades).
Você, leitor, pode estar se perguntando: afinal, o que isto quer dizer?
O que vem a ser o mundo mental? Onde se manifestam os Elohins?
O mundo mental refere-se apenas à mente e a capacidade de pensar?
Sob a ótica da Fraternidade Branca, quando falamos de mundo mental, estamos falando do universo mental criado por Deus, que é ainda um plano celestial, devido à sua estreita ligação com o Divino.
Esse princípio criador, que veio despontado do nada original, criando mundos, o fez primeiro na sutileza do seu próprio pensamento. Assim, diversas galáxias foram povoadas por seres pensantes,  muito próximos de Deus, mas já mostrando um despertar de consciência individual.
É infindável a força da criação, porém, vamos imaginá-la de forma simplificada, vamos vê-la como a primeira semente nascendo num solo preparado. Dela muitas outras brotarão, e assim o ciclo vai se completando por si mesmo. Neste caso, os Elohins são ao mesmo tempo a semente e o solo no qual elas germinarão.
Podemos dizer que, para existir forma na matéria, os Elohins criaram antes a condição para que isso acontecesse, e essa condição criou o mundo mental. Os Elohins atuam nos cinco elementos primordiais para a manifestação da vida, a saber: Terra, Água, Fogo, Ar e Éter. Não se trata de uma alma individual como a nossa, que pertence a um ser humano. Os Elohins são uma espécie de consciência grupal, também conhecidos pelos seus atributos ligados á natureza. Portanto, os Elohins são também chamados de Devas. Quando ligados à Terra ficaram conhecidos tradicionalmente Gnomos. Aqueles que atuam nas Águas receberam o nome de Ondinas. Os que se manifestam no Fogo tornaram-se conhecidos como Salamandras. e finalmente aqueles que atuam no Ar são as criaturas conhecidas como Sílfides.
Já os Devas ou Elohins que atuam no plano mais sutil, também conhecido como Éter, são também mais "misteriosos", porque são desconhecidos. O Éter é o condutor do pensamento. Devemos lembrar que tudo o que será criado, manifestado no plano físico, antes surge no plano das idéias. Nasce aí a extrema importância do nosso pensamento. Surge então o esclarecimento para as idéias religiosas, que dizem que somos a imagem e semelhança de Deus...
Somos realmente a imagem e semelhança de Deus. Podemos ser conscientemente co-autores do nosso destino. Podemos criar a nossa volta a realidade que desejamos viver.
É claro que existem regras que serão respeitadas pela "criação". A principal delas refere-se à Lei Cármica.
Tudo é coordenado por essa Lei que é uma derivação do próprio Ser Divino. Infelizmente estamos acostumados a ligar o carma à culpa, impedimentos e sofrimentos. No entanto, a Lei Kármica existe, como qualquer outra lei, para criar regras, direcionamentos e também uma disciplina que nos permita crescer.
O que seria de uma planta se acaso ela não fosse regularmente molhada, podada e cuidada por um sábio jardineiro? Talvez ela até crescesse, mais isso seria uma questão de sorte e não de sabedoria. Assim, a Lei Cármica deve ser vista como uma oportunidade de provarmos de nossas próprias crenças e atitudes, e também de melhorar-nos.
Deus cuida de nós. E, mesmo sem que tenhamos consciência ou aceitação de sua presença, Ele existe em nosso alento vital. Portanto, mais uma vez devemos nos lembrar de que não somos vitimas do destino, mas sim construtores dele, e que podemos atuar a todo instante para modificá-lo.
Conscientes da atuação dos Elohins no plano sutil, conhecido como Éter, poderemos acessá-lo por meio dos estados alterados de consciência criados por meio da meditação, do relaxamento e das orações.
Os antigos eram sábios o suficiente para trabalhar na sutilização de sua energia e para isso faziam jejuns e penitências. Hoje vemos com espanto e um certo descrédito essas ferramentas, que em sânscrito são conhecidas como "tapas". Porém, na Índia ainda encontramos "sadus", ou seja, pessoas que renunciaram à vida material, que desenvolvem poderes incríveis aos nossos olhos ocidentais. Na verdade, não fizeram nada mais do que acessar o plano onde atuam os Elohins.
Não queremos chegar tão longe, pois este "richis" ou poderes são alcançados depois de anos de prática. O que sugerimos é um maior controle sobre o nosso próprio pensamento.
Devemos lembrar que, quando pensamos na doença, estamos atraindo a energia da dor. Assim também como quando pensamos em boas coisas estamos também atraindo a força dos Elohins para nos ajudar a construir aquilo que desejamos.

Como o objetivo deste livro é facilitar a compreensão de algumas verdades ocultas, queremos sugerir um exercício:
Pense sobre você, e reflita sobre a sua vida...
Lembrou-se de alguma vez que provocou em você o desejo legítimo de realizar alguma coisa?
É exatamente assim que acontece no "Plano Mental Superior": antes que algo se concretize, é preciso dar forma aos pensamentos.
Os Elohins são os senhores da forma-pensamento, que se manifestam no plano Plano Mental, e atuam o tempo todo em nossas vidas.

Estudando as comunicações, foi se aclarando em minha mente a atuação dos Elohins. Como energia que cria os pensamentos, eles não têm regras que os atrele ao que consideramos bem ou mal. Energia é energia, portanto, nós devemos fazer uso da nossa mente para ver onde depositamos nossas crenças.
Quando muitas vezes em trabalhos individuais, ou em grupos, afirmo que nos curar por meio de nossa consciência sobre algum assunto ou comportamento, quero dizer que podemos mudar...
Mudar um paradigma, uma crença, deslocar uma grande quantidade de energia que depositamos num determinado assunto. Porém, essa mudança, para ser efetiva, não pode ser apenas uma mudança no padrão de pensamento. É preciso uma real identificação com a nova crença; assim criamos á nossa volta uma onda poderosa que mudará tudo.
Essa é a potência divina dos Elohins; essa é a força que eles estão nos oferecendo.
Acreditar cura.
Acreditar muda.
Acreditar liberta...

Ensinamentos contidos no Livro : Os Sete Mestres Suas Origens e Criações - Autora Maria Silvia P. Orlovas.

Postagens populares

O Blog Filosofia Esotérica Brasil é de mesma autoria do Consciência Estelar, vote para melhor blog!

O QUE PROCURA? ACHE POR AQUI!