quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

A Lenda dos Cristais



Num determinado dia, o Espírito Criador esticou seus braços e teve vontade de criar algo que ele nunca havia criado.

Como sempre, sua idéia era criar alguma coisa que auxiliasse os seus filhos.

Olhou para eles e notou como suas almas brilhavam quando dançavam e se moviam em espiral através do espaço.

Eles eram seres magníficos que trouxeram tanto prazer ao seu Pai quando este os criou.

Porém o Espírito Criador supôs em seu coração que era tempo de dar mais um passo.

Seus filhos necessitavam de uma oportunidade de crescerem.

Eles necessitavam de um desafio, de aventura e feitos heróicos.

Eles necessitavam reconhecer que eles tinham opiniões e que poderiam controlar seus próprios destinos.

Eles necessitavam aprender sobre o poder do amor assim como sobre a percepção.

O Espírito Criador inclusive tinham um plano.

Então seus olhos se moveram, abrindo os seus lábios em seguida e finalmente gritou:

"Eu o tenho!"

O Universo interior se agitou com o som de sua voz.

Ele criaria um novo planeta onde as almas-crianças poderiam viajar através do tempo.

Este planeta teria uma nova forma, uma forma física, e a almas-crianças teriam corpos físicos.
Neste planeta, eles se animariam através da necessidade de manter seus egos.

Eles teriam muita abundância neste planeta.

Eles poderiam aprender ajudando-se e valorizando entre si.

E eles poderiam provar seus talentos para criar da mesma maneira que seu Pai havia feito.

O Espírito Criador sorriu quando considerou o seu novo plano.

Porém seu sorriso poderia ser confundido.

Não seria justo deixar essas almas-crianças nesta grande jornada sem um Pai.
Ele não poderia deixar seus filhos completamente independentes.

Porém ele poderia enviar uma Mãe.

Sim, ela seria de grande ajuda.

Então ele tirou de si um pouco de energia feminina e construiu o novo planeta com essa energia. Quando terminou, deu um nome ao planeta: Mãe Terra.

Mãe e Pai juntos trabalharam para recepcionar as almas-crianças.

A Mãe Terra escolheu a cor do céu e das nuvens.

Ela adorava a cor azul.

O Espírito Criador viu a necessidade de construir polos magnéticos.

Os dois fizeram tudo com muito amor.

Porém no dia da chegada das almas-crianças, Mãe Terra entrou em pânico.

Estaria ela assumindo muita responsabilidade?

E se as coisas saíssem mal?
O que ela poderia fazer para corrigi-las?

Ela fez estas perguntas ao Espírito Criador e Ele respondeu:

"É claro que você poderá fazer isto.

Nada sairá errado. Você tem que ter fé".

A Mãe Terra insistiu:"Eu me sentiria melhor se tivéssemos um plano de emergência".

O Espírito Criador estava impaciente, porém achou uma boa idéia de um outro plano de apoio.
Durante a noite ele plantou sementes debaixo da superfície da Terra.
Segundo este novo plano, as sementes cresceriam e transformar-se-iam em cristais de diversos tamanhos, formas, talentos e cores.

Eles trariam beleza, energia e seriam um guia nas vidas das almas-crianças.

Eles abririam um novo caminho para a verdade.
Eles ensinariam a curar e dar força à vida de todos os que eles tocassem.

"Que maravilha", disse a Mãe Terra.

"Quando as almas-crianças precisarem de ajuda eu posso lhes dar os cristais".

O Espírito Criador balançou a cabeça.
"Não, você deve permitir que eles encontrem os cristais.

Quando uma alma-criança tiver o coração puro e o espírito amoroso, eles poderão levar os cristais consigo.

Ele o tocará, o estudará, jogará com eles e descobrira seus pequenos milagres.
Essa alma-criança ensinará aos seus irmãos sobre este poder que vem da Mãe Terra.

Depois outra alma-criança conhecerá outro cristal e ensinará a outros o que ele também pode fazer.

Esses ensinamentos serão passado a outros initerrupitamente".

A Mãe Terra sorriu porque ela compreendeu que aquela ajuda sempre estaria ali ao alcance das almas-crianças.

Eles teriam muito que fazer.
Eles viveram num mundo repleto de prazeres, mas algumas vezes as coisas não funcionavam muito bem e muitos caíram doentes.

Um día, uma alma-criança muito calada mas de coração puro e espírito amoroso, caminhou por uma pequena trilha e viu um cristal brilhando.

Feliz ele pode sentir aquela energia maravilhosa trabalhando no seu corpo e curando-o. Colocando-o na direção do sol, viu lindos raios multi-coloridos.

Naquele momento ele sentiu que tinha em suas mãos uma pedra curativa.
Com este cristal, ele poderia ajudar seus irmãos a sentirem seus corpos mais energizados e também seus espíritos.
Aos poucos, ele ensinou aos outros como usa-lo.

Este conhecimento foi passado a outros.
Num outro dia, uma outra alma-criança de coração puro e espírito amoroso encontrou um cristal especial, que lhe contou a história da criação da Mãe Terra.

Ele contou essa história a seus irmãos que ensinaram a outras almas-crianças.

A cada dia que passava, até os dias atuais, aqueles que tem puro o coração e o espírito amoroso encontram novos tipos de cristais.
Ao se comunicarem com essas almas-crianças, os cristais demonstram todo seu entusiasmo em poder ajudar seus irmãos

A cada dia que passa, nós aprendemos que fazemos parte do Espírito Criador, da Mãe Terra, dos Cristais e de todos os seres do Universo.

Estamos todos relacionados, somos todos irmãos.


fonte: Facebook


Postagens populares

O Blog Filosofia Esotérica Brasil é de mesma autoria do Consciência Estelar, vote para melhor blog!

O QUE PROCURA? ACHE POR AQUI!