sábado, 14 de julho de 2012

Mestre Sanat Kumara



Sanat Kumara é um Grande Ser de Luz, Regente do Planeta Vênus, que possui uma civilização ascencionada , vivendo em 5ª dimensão. Ele também é conhecido como Ancião dos Dias e Deus da Paciência. Seu complemento divino é Vênus, sua co-regente no planeta Vênus.

Após a "Queda do Homem" a Terra mergulhou numa nuvem escura e seu quociente de luz caiu tanto que as grandes hierarquias do universo se reuniram para decidir o destino da Terra, pois esta não estava alinhada com o mínimo de luz necessário para existir como planeta de evolução.

Neste grande conclave cósmico, Sanat Kumara estava presente e, para espanto de muitos, se ofereceu para manter a Terra com sua própria luz, até que as milhares de almas, que aqui estavam para evoluir, atingissem um nível satisfatório de crescimento espiritual. Para tanto, Sanat Kumara assumiu o compromisso de só sair da Terra quando atingisse seu objetivo além de preparar alguém para deixar em seu lugar e isso levou muitos "eons" (milhares de anos).

Antes da vinda de Sanat Kumara, 30 Kumaras o precederam para preparar o planeta, digamos assim, e construir um local para recebê-lo. Esse local é Shamballa. Esses iluminados encarnaram muitas vezes e guiados por sonhos e intuições foram construindo Shamballa para receber o grande Pai Kumara.

A construção de Shamballa durou 900 anos, pois os construtores sofriam ataques constantes e viam parte do trabalho cair por terra. Ela é uma réplica de uma outra Shamballa, a de Vênus. A Shamballa terrestre foi construída de mármore branco, na Ásia Central, num local conhecido na época por Ilha Branca, dentro de um lago-mar sereno, onde é hoje o Deserto de Gobi na Mongólia. Era um lugar suntuoso, com jardins e muitas flores. Podemos ter um vaga idéia do que foi Shamballa, através do Taj Mahal, que foi construído muito tempo depois, em uma das encarnações de Mestre El Morya ,na India, inspirado na arquitetura de Shamballa.

Concluída a cidade sagrada, Sanat kumara veio com uma corte de mestres, anjos e arcanjos. Uma grande cerimônia, que a Terra nunca tinha visto, aconteceu então. O Grande Kumara, com o auxílio de mais três, ancorou na Terra a Sagrada "Chama Trina". Um dos Kumaras invocou o Raio Azul, um outro invocou o Raio Rosa e um terceiro invocou o Raio Dourado e Sanat Kumara fez uma síntese dos três, oferecendo-a à Terra e à humanidade. Imediatamente a natureza se renovou, animais e plantas como que reviveram, e cada homem na Terra sentiu uma faísca de amor arder em seu coração. E a Terra então começou a mudar.

Foi uma grande momento cósmico, e muitos irmãos das estrelas se ofereceram como voluntários para ajudar no grande projeto. Segundo os registros da Grande Fraternidade Branca, 9000 seres vieram imediatamente, dos reinos humano, angélico e dévico. Segundo nossa contagem de tempo, Sanat Kumara e sua "equipe" permaneceram na Terra aproximadamente 16 milhões de anos.

Shamballa é o maior foco de luz da Terra, que ajuda a manter o equilíbrio energético do planeta. É é o lugar "onde a vontade de Deus é conhecida", como está escrito na Grande Invocação.

Assim que se fixou em Shamballa, Sanat Kumara fundou a Grande Fraternidade Branca, com a ajuda de dois grandes seres: Lord Gautama (conhecido mais tarde como "Buda" em sua encarnação como Príncipe Sidartha) e Lord Maitreya (Cristo Cósmico que se manifestou na Terra como Jesus de Nazaré há 2000 anos atrás). A partir daí a Fraternidade Branca direcionou a evolução espiritual do planeta Terra, sob a orientação maior de Sanat Kumara até que, recentemente, com a chegada da Era de Aquário, finalmente Sanat Kumara pode voltar a seu planeta natal, pois que a Terra já está no caminho sem volta da ascenção espiritual.

Segundo informações dos seres de luz da Fraternidade Branca e da Confederação Intergaláctica, até o ano de 2012, do Calendário Gregoriano, a Terra terá dado seu salto quântico para outras dimensões de luz.

Sanat Kumara, em cerimônia muito especial ocorrida em 1956, passou o seu cargo de Senhor do Mundo ao Muito Amado Lord Gautama, o Buda e, no presente momento que antecede a ascenção final da Terra para o rol dos planetas sagrados, Lord Maitreya, o Buda do Futuro, ou o Cristo Cósmico já , ancorando para sempre a eterna Luz que nunca falha e o Eu Sou de cada um.

Quanto à Shamballa, está mais viva do que nunca, na 4ª Dimensão da Terra, esperando pela humanidade e pela grande festa da ascenção planetária, que já começou.

Postagens populares

O Blog Filosofia Esotérica Brasil é de mesma autoria do Consciência Estelar, vote para melhor blog!

O QUE PROCURA? ACHE POR AQUI!