domingo, 22 de janeiro de 2012

MAIS SOBRE CRIANÇAS ÍNDIGO.







No livro "A Gênese" de Allan Kardec existe o último capítulo ("A Nova Geração") que fala sobre uma geração de espíritos que viriam para a Terra a partir do século XX para evitar que o planeta passe pela Transição Planetária com guerras, catástrofes naturais e destruição. Portanto, os índigos vem com a missão de cultivar a paz e a ecologia.


Aqui no You Tube colocaram um vídeo lindíssimo que fizeram sobre as crianças índigo, em português, com atores brasileiros. Eu me emocionei, dá vontade de chorar.


Gordon Michael Scallion (médium americano) previu a chegada das "Crianças Azuis" como "Aqueles que sabem de onde vem e quem eram."


Em diversas escrituras antigas há também o registro da vinda destas crianças de aura azul.


Além das 10 características enumeradas no item 2, estas crianças possuem facilidade para lidar com computadores. Parecem ser espíritos mais velhos em corpos de criança. Possuem uma maturidade muito grande para a sua idade. Por isto, precisam ser tratados como pequenos adultos desde cedo. Muitas destas crianças são superdotadas.


2) Características



10 das características mais comuns da Criança Índigo:


1. Vêm ao mundo com um sentimento de realeza (e frequentemente comportam-se como tal).


2. Têm a sensação de “merecer estar aqui” e surpreendem-se quando outros não compartilham esta mesma sensação.


3. A auto-estima não é, para elas, um grande tema de preocupação; com frequência dizem aos pais quem elas são). Esta característica faz com que as crianças índigo não aceitem abusos e quando isto acontece, imediatamente comunicam com as autoridades e à polícia.


4. Têm dificuldade em aceitar uma autoridade absoluta (sem explicação ou sem alternativas).


5. Pura e simplesmente não farão certas coisas, por exemplo: custa-lhes esperar numa fila.


6. Frustram-se com sistemas que são apenas rituais e que não requerem criatividade.


7. Muitas vezes têm formas melhores de fazer as coisas tanto em casa como na escola, o que os torna rebeldes e desintegrados de qualquer sistema.


8. Parecem muito anti-sociais, a menos que se encontrem entre crianças semelhantes. Se não houver outros com o mesmo nível de consciência tornam-se retraídos, sentindo que não há seres humanos que os entendam. A escola é o local onde lhes é muito difícil socializar.


9. Não respondem à disciplina de “culpa” (Espera que o teu pai chegue a casa e veja o que fizeste).


10. São tímidos em expressar o que precisam.



3) Tipos de Crianças Índigo


1. O HUMANISTA


O primeiro é o Índigo Humanista, aquele que está destinado a trabalhar com as massas. São os médicos, os advogados, professores, comerciantes e políticos de amanhã. Eles servirão as massas, são muito hiperativos e extremamente sociáveis. Eles falarão com toda a gente, sempre de forma muito, muito amigável. Têm pontos de vista muito definidos, com um corpo um pouco desajeitado e muito hiperativos.


Uma ou outra vez irão bater numa parede porque se esqueceram de parar. Não sabem como brincar com um brinquedo, mas irão desmontá-lo e, depois, provavelmente, não voltarão a mexer naquilo. Se você quiser que eles limpem o quarto, vai ter que os lembrar disso muitas vezes, porque são muito distraídos. Irão para o quarto e começarão a limpar até encontrarem um livro. Então, sentam-se a ler, porque são leitores incorrigíveis. Um dia, durante um voo de avião, uma criança de três anos estava a gerar alguma confusão. A mãe optou por entretê-la com o panfleto de instruções de segurança. Então, a criança sentou-se com uma expressão de grande serenidade, e passou os olhos por ele como se estivesse a ler. Estudou-o durante cinco minutos e, embora não soubesse ler, acreditava que sabia. Creio que este é um exemplo de Índigo Humanista.


2. O CONCEITUAL


O Índigo Conceitual está mais interessado em projetos do que em pessoas. Estes serão os engenheiros, projetistas, astronautas, pilotos e militares de amanhã. São crianças muito atléticas. São controladores e a pessoa que mais tentam controlar é o pai se são meninas, ou a mãe se são meninos. Este tipo de Índigo tem tendência para a dependência, especialmente, drogas, durante a adolescência. Os seus pais devem vigiar apertadamente os seus padrões de comportamento. Quando eles começam a esconder coisas e a dizer algo como: “não vá ao meu quarto”, chegou o momento de a mãe começar a revistar toda a casa.




3. O ARTISTA


O Índigo Artista é muito sensitivo e o seu corpo é pequeno, embora nem sempre. Estão mais inclinados para a arte, são muito criativos, e serão os professores e os artistas de amanhã. A qualquer coisa que se dediquem, sempre estarão orientados para o lado criativo. Dentro do campo da medicina, serão cirurgiões ou investigadores; nas artes, serão atores. Entre as idades de 4 a 10 anos, envolver-se-ão, pelo menos, em 15 actividades criativas. Dedicarão 5 minutos a cada uma delas e logo a abandonarão. Assim sempre digo às mães de músicos e artistas: “não comprem os instrumentos, alugue-os”. O Índigo Artista poderá trabalhar com 5 ou 6 instrumentos diferentes, e só na adolescência escolherá um deles, convertendo-se então num verdadeiro artista.


4. O INTERDIMENSIONAL


O quarto tipo de Índigo é o Interdimensional. São mais altos do que os outros tipos. Quando têm um ou dois anos de idade, já você poderá dizer-lhes qualquer coisa, e eles responderão: “Sim, já sabia” ou “sim, sou capaz de fazer” Ou “ não me aborreça”. São eles que trarão novas filosofias e novas religiões a este mundo. Poderão tornar-se vaidosos porque são muito maiores e porque não encaixam em nenhum dos três tipos anteriores.




4) Ideologia das Crianças Índigo


As crianças índigo possuem desde cedo instinto para seguir certos princípios na vida.



1. SEGURANÇA: Os índigos não tem medo. Eles são autoconfiantes, refletindo o desbloqueio do chacra básico.



2. INTEGRAÇÃO DE VALORES MASCULINOS E FEMININOS: Os índigos não mais viverão numa sociedade predominantemente patriarcal ou matriarcal. Eles preferem ter valores equilibrados de ambos os hemisférios cerebrais, que são as expressões de nossa feminilidade e masculinidade. Esta é uma característica do desbloqueio do chacra sexual.



3. COOPERAÇÃO: Preferem a cooperação do que a competição. Nosso mundo até os dias de hoje (e especialmente em alguns países) se comportou de acordo com a Lei de Darwin, da competição pela sobrevivência. As crianças índigo vem a este mundo trazer os ideais de cooperação acima da competição. A sobrevivência de todos depende da cooperação entre os humanos e todos os seres vivos. A criança índigo não se importará em receber títulos e medalhas. É o desbloqueio do chacra solar.



4. AUTOESTIMA POSITIVA: Não pense que porque estas crianças querem a paz elas não vão reagir a agressões e vão aceitar pessoas abusivas no poder ou em posição de destaque. Muito pelo contrário. Estas crianças vão denunciar os abusadores e podem até ligar sozinhas para a polícia para denunciar os abusos. Este é o desbloqueio do chacra cardíaco.



5. IGUALDADE e DEMOCRACIA: Os índigos não aceitam autoridades ditatoriais. Também não se encaixam mais nos modelos antigos de ensino onde há um professor que fica num nível superior ao do aluno. Por isto, os métodos de ensino onde todos se sentam em um círculo, inclusive o professor, funcionam melhor com os índigos. É o desbloqueio do chacra laríngeo.



5. 1. AUTENTICIDADE: Os índigos acreditam que você tem de fazer o que você realmente quer, ser o que você realmente quer ser. Para eles, ninguém pode ser um médico só porque os pais quiseram, ser um advogado para agradar os outros. As pessoas devem ser o que querem em verdade. Isto também é resultante do desbloqueio do chacra laríngeo.



6. ECOLOGIA: Possuem consciência ecológica desde muito cedo. Compreendem que fazemos parte de um todo e portanto a natureza também faz parte de nós, assim como fazemos parte da natureza. É o desbloqueio do chacra frontal.



7. PAZ MUNDIAL: Elas não gostam de guerra, preferem a paz. Para alguns países que produzem a maioria das armas do mundo e vivem entrando em guerra, estas crianças são altamente evoluídas. É resultante do desbloqueio do chacra coronário. Os índigos são filósofos em tenra idade e pensam constantemente em como salvar o planeta.



7.1 VIVER NO AGORA: Os índigos vivem no presente. Eles compreendem o poder do agora, de desfrutar o momento. São desapegados com o passado e despreocupados com o futuro. Este é o chacra coronário.



5)Pontos polêmicos



Nancy Ann Tappe diz que viu a aura dos meninos que mataram outras crianças em Columbine e disse que eram de cor índigo. Para ela, os índigos conceituais quando são muito reprimidos podem levar ao extremo sua rebeldia e transformam isto em uma raiva desmedida.


A partir deste ponto, cria-se uma polêmica. Não seriam as crianças índigo mais evoluídas espiritualmente? Se elas são mais evoluídas, então não poderiam ter instintos tão destrutivos a ponto de matarem e cometerem atos cruéis. Não acredito que aqueles meninos sejam índigos. Também não acredito que a nação mais evoluída do mundo em espiritualidade precise de guerras e de violência para resolver suas questões.



Um outro ponto polêmico é a hiperatividade. Seria isto uma doença por um excesso de energia? Seria um desequilíbrio provocado pela densidade do nosso mundo, que é muito mais denso do que os mundos dos índigos? Seria uma contaminação pela energia dos pais? A homeopatia diz que as crianças se contaminam com a energia dos pais, com o miasma dos pais. O que tenho observado é que a homeopatia atua muito bem nas crianças hiperativas, sem retirar-lhes outras características benéficas. Talvez seja apenas o fato de que os índigos são provenientes de mundos mais evoluídos que tem padrões de energia que vibram muito mais rápido que a deste mundo.



É claro que nem todas as crianças hiperativas são crianças índigo, assim como nem todas as crianças hiperativas são superdotadas. Existe um tipo homeopático, Veratrum album, que tem hiperatividade quando criança, que não é uma criança índigo, porque não tem noção de moral, adora mentir e passar os outros para trás, dando a entender que é uma personalidade que não condiz com uma alta espiritualidade (apesar de poderem ser fanáticos religiosos, mas seriam como os pastores, padres, entre outros que pedem dinheiro e que são corruptos).



Além disso, tenho recebido em meu consultório muitas crianças hiperativas com comportamento agressivo que melhoram com Mercurius solubilis, Luesinum e outros remédios mais destrutivos na homeopatia. Esta questão voltaria ao ponto do questionamento se o comportamento destrutivo caberia em crianças índigo que supostamente seriam mais evoluídas espiritualmente. Não acredito que estas crianças com comportamento agressivo sejam índigos de fato.



A partir de 1980, o número de crianças hiperativas aumentou. Alguns acreditam que as crianças estão mais hiperativas porque não podem mais brincar ao ar livre com brincadeiras mais físicas e que lhes cansavam mais como antigamente. O que se vê hoje em dia é o fato absurdo de alguns colégios terem turmas inteiras para crianças hiperativas, separadas dos alunos ditos normais.



6) Celebridades com característica de crianças índigo



a. John Lennon: Rebelde, foi expulso da escola em Liverpool, não se adaptava às regras rígidas daquele sistema. Já acreditava que era um gênio antes desta época (sentimento de realeza). Possuía uma ideologia muito avançada para a época, liderando a geração dos anos 60 nos ideais índigo de paz e contato com as religiões orientais (guiado nesta direção pelo seu companheiro de grupo e também índigo George Harrison - que por sua vez foi fazer meditação transcedental por conta de sua ex-namorada, Pattie Boyd). Lennon seria o índigo do tipo artista.



b. Michael Moore: Cineasta polêmico, mostra ao mundo tudo o que o governo americano detestaria que o todos soubessem. Ele ajuda a pensarmos num mundo de paz, sem a indústria de armamentos.



c. Al Gore: Filho de um dono de indústria de tabaco, Al Gore não concorda com o uso do mesmo e defende o meio-ambiente como plataforma política. Al Gore seria o índigo do tipo humanista.




7) Os chacras e as auras das pessoas



Os chacras são núcleos energéticos do perispírito que refletem as emoções no corpo físico. Se estas emoções estão bloqueadas, isto se reflete como bloqueio energético dos chacras e no corpo físico vão resultar em doenças em órgãos específicos de acordo com cada chacra. Ao desbloquearmos estes chacras, chegamos à ascensão espiritual.



Nós temos chacras na chamada terceira dimensão (do primeiro ao sétimo chacra mais conhecidos, são os chacras mais ligados ao corpo físico), temos chacras da quarta dimensão (do oitavo ao décimo quinto, mais ligados à espiritualidade e ao SER de verdade) e da quinta dimensão (do décimo sexto ao vigésimo segundo), pelo menos até onde podemos conhecer.



Cada chacra possui uma cor diferente. É bem provável que a cor predominante da aura reflita a cor do chacra mais desenvolvido nos indivíduos.



O chacra da cor azul índigo é o chacra frontal. O chacra frontal lida com a SABEDORIA de que tudo está interligado, de que fazemos parte de um todo. O passado, o presente e o futuro fazem parte de um todo. Os seres humanos estão interligados com a natureza e com todos os objetos ao seu redor. A separação é uma ilusão. Assim, a noção de ecologia faz parte desta sabedoria de que estamos todos interligados. Os ideais de cooperação também fazem parte desta sabedoria. Quem possui este chacra desenvolvido compreende que as guerras são fruto da ilusão da separatividade, de achar que o outro não faz parte de mim e de que o que eu fizer com o outro não terá repercussão em mim. Além disso, este chacra lida com a clarividência. Por isto, muitos índigos possuem clarividência desde muito cedo, principalmente os interdimensionais.



Os índigos são pontes da terceira dimensão (a dimensão do PENSAR) para a quarta dimensão (a dimensão do SER). O que quer dizer isto? Eles tem o chacra frontal mais desenvolvido. Se tem o chacra frontal mais desenvolvido, os outros chacras que ficam abaixo do frontal já estão bem desenvolvidos e desbloqueados. Na terceira dimensão, as pessoas muitas vezes não tem o chacra laríngeo (da verdade e das mentiras que contamos a nós mesmos) desbloqueado e por isto não fazem o que realmente querem ou sentem. Procuram profissões para a segurança financeira apenas, sem gostar verdadeiramente do que fazem. Procuram por profissões também para satisfazer os pais ou outras pessoas. Como os índigos já tem este chacra desbloqueado, eles não apenas pensam, eles realmente fazem e portanto SÃO em verdade. Eles não são como muitas pessoas das gerações antigas que pensam, "Eu queria ser um pintor" e vão trabalhar em outra coisa, sem gostar do que fazem.


Os índigos conseguem compreender muito mais rápido as práticas espirituais e conceitos espirituais. Conseguem compreender o chacra coronário muito mais rápido, entendem que este quer dizer DESAPEGO.

8) Bibliografia



Postagens populares

O Blog Filosofia Esotérica Brasil é de mesma autoria do Consciência Estelar, vote para melhor blog!

O QUE PROCURA? ACHE POR AQUI!